sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Que tipo de missionários devemos ser?



Amados,nós que fazemos parte do Projeto Misericórdia nas Famílias, queremos todos os dias colocar nossas misérias aos pés de Jesus e dobrar nossos joelhos pela igreja de Cristo. E com ela, propagar ao mundo o amor Misericordioso de Jesus , não como moleta para justificar nossas misérias ( podemos pecar, pois Deus é misericórdia), mas como sendo a tábua da Salvação para nossas misérias pois Deus está sempre disposto a nos acolher e nos dá a oportunidade de recomeçar sempre, só depende do nosso desejo de romper com o pecado. Queremos ser Missionários de Cristo e não do mundo, pedimos  a São Miguel Arcanjo que nos defenda de todo mal, pois sabemos que não é contra homens de carne que lutamos, se desejamos ser católicos, que tomemos nossa cruz e sigamos o verdadeiro Cristo!

Assista esse vídeo do Padre Paulo Ricardo e reflita sobre que tipo de missionário você tem sido e descubra que tipo de missionário Jesus quer que você seja. Seja qual for nossa resposta, Jesus misericordioso lhe dará a cada dia a oportunidade do recomeço. 


Gota da Misericórdia para hoje:



Desejo ter-te nas minhas mãos como instrumento apto para realizar obras" (Diário, 1359).                        

quinta-feira, 29 de setembro de 2011


Rezemos ao nosso anjo da guarda e aos arcanjos Miguel, Rafael e Gabriel, especialmente hoje: Dia dos Santos anjos.


Comemoramos hoje a Festa dos Arcanjos. E muitas dúvidas surgiram sobre essa data. Por isso, saibam que a devoção dos Arcanjos é bíblica e muito válida.
São Gabriel, por exemplo, é o anjo da anunciação. Ele é o responsável pelo anúncio da encarnação do Filho de Deus (Lc 1, 26-36). Também anuncia o nascimento de São João Batista (Lc 1, 13-19).
Já São Rafael é o anjo da cura. Caminha com Tobias e através do óleo do peixe, curou Tobit (Tb 12, 6-15). Por isso, é invocado sempre junto aos enfermos.
São Miguel foi quem, a mando de Deus, combateu o demônio (Ap 12, 7). É invocado para em momentos de perigo para proteção e libertação.
Neste dia, pela intercessão dos Arcanjos, que Deus abençoe você.
Oração Diária:
São Miguel


São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate, sede o nosso refúgio contra as maldades e ciladas do demônio. Ordene-lhe Deus, instantemente o pedimos, e vós, príncipe da milícia celeste, pela virtude divina, precipitai no inferno a satanás e aos outros espíritos malignos, que andam pelo mundo para perder as almas. Amém

São Rafael



Ó Deus, que em sua inefável bondade tem enviado o abençoado Rafael como condutor e guia de Vossos devotos em sua jornada, nós humildemente imploramos a Vós que nós possamos ser conduzidos por ele no caminho de nossa salvação e experimentar sua ajuda na cura das moléstias de nossa alma. Tudo Através de Jesus Cristo Nosso Senhor. Amem!




São Gabriel

Vós Anjo da Encarnação, Mensageiro fiel de Deus, abri os nossos ouvidos para que possam captar até as mais suaves sugestões e apelos da graça emanados do Coração amabilíssimo de Nosso Senhor.
Nós Vos pedimos que fiqueis sempre junto de nós para que compreendendo bem a palavra de Deus e Suas inspirações saibamos obedecer-lhe cumprindo docilmente aquilo que Deus quer de nós.
Fazei que estejamos sempre disponíveis e vigilantes.
Que o Senhor, quando vier, não nos encontre dormindo!


Amados! Rezemos hoje com os arcanjos e peçamos a eles proteção e coragem para seguir na missão que Jesus nos confiou...Amém!


Gota da Misericórdia para hoje:


Conheci que a maior força está contida na paciência. (D.1514)

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Ser pessoa: processo de devolução


 

Eu tenho que ser eu. Uma pessoa só pode ser pessoa, se ela é dona de si.Nós temos que tomar posse do que somos. Quantas coisas você possui e ainda não tomou posse? O amor é a capacidade de descobrir no outro o que ele ainda não viu que tem. É como se você tivesse uma grande propriedade e não tivesse a capacidade de andar por ela para demarcá-la, e não a conhece na totalidade. Mas aos poucos vai sendo dono daquilo que já é seu. 

Ser pessoa é ser dono de você mesmo, e saber lidar com seu jeito de ser, de amar, de sentir, de pensar, de ter suas limitações e saber o que você pode.
 Quantas vezes você se dispôs a ser o que não era, dizendo 'sim' onde era para dizer 'não'? Você não teve consciência do que não podia. É o que Jesus sempre fez com as pessoas. Fazendo-as tomarem posse do próprio território, de si mesmas. 'Eu sou dono de mim, e não abro mão'.

Quem é o 'prefeito' de sua 'cidade'? Tenha coragem de dizer aos inimigos: 'Aqui nesta cidade tem prefeito (eu), e aqui não tem lugar para os bandidos. Eu não abro mão do meu território'. E é aqui que Deus trabalha em nós para celebrar a Eucaristia, é para Deus que nos entregamos de novo. Eu sou pessoa, e me recebo de Deus o tempo todo. E Ele diz: "Cuide do que você é. Você não tem o direito de deixar as pessoas lhe roubar". E tem pessoas que te 'devolvem'. A experiência com Deus sempre diz: "Eu lhe devolvo". 

Não tenha preguiça de conhecer seu 'território' e saber quem você é realmente. O total desconhecimento de si, não pode acontecer. A pessoa que não é 'pessoa', não tem assunto e sabe tudo o que acontece na vida do outro, mas não sabe de si mesma. 

As pessoas que vivem preocupadas com as novelas da vida, se desgastam com pessoas que nem conhecem. Não é fácil compreender o território humano. Se investigar e conhecer o 'porquê' de algumas reações, o 'porquê' aquela raiva foi tão grande naquela hora, o 'porquê' eu explodi com aquela pessoa... É descobrir o 'porque' do afeto que tenho dentro de mim. Você deixa de ser explosiva demais quando toma posse do que é. Tudo isso porque você está em processo de construção. Deveríamos estar com placas dizendo: 'Estamos em obra, cuidado!' É o seu processo de 'feitura' de ser pessoa. 
'Não tenha preguiça de conhecer seu ‘território’ e saber quem você é realmente'
Foto: Wesley Almeida
Enquanto você viver haverá partes deste 'território' para conhecer. Tantas coisas nos foram entregues, mas se elas não vêm à tona, e nem as investigarmos, tudo o que temos dentro de nós fica sem uso. Quanta coisa preciosa você tem dentro de você e não sabe por quê fica só na superficialidade do conhecimento de si? Quando é que você sabe que uma pessoa se ama? Você só sabe que ela se ama quando ela se cuida, quando tem disciplina.

Que você não morra com seus valores ‘engavetados’, pois Deus lhe dá talentos para que você os use, e não para deixar guardado. 

'Eu sou um dom de Deus'. Todos os dias há alguma coisa para você ir atrás e descobrir. Você se recebe de Deus, Ele que me deu esta obra todos os dias. Temos que ser bom naquilo que a gente faz para nos colocarmos à serviço dos que necessitam. Uma pessoa só é pessoa quando se disponibiliza aos outros. Aquilo que recebo de Deus coloco à disposição dos outros. E nisso temos a integração de uma personalidade saudável. 

Ser pessoa não é só contemplar o que sou e tenho de melhor, mas ser pessoa é descobrir e cultivar o que tenho de melhor para que outros sejam beneficiados. 
Como Jesus fazia o tempo todo em sua capacidade de se doar e ensinar, é preciso se doar também. É necessário tomar cuidado para outra pessoa não tomar posse do que você é, pois a partir daí você não terá mais domínio sobre o que é seu. Se não sou capaz de tomar conta de mim, perco meus talentos e não me possuo mais. Quantas vezes você foi machucado nesta vida e pessoas lhe roubaram? Quando não me possuo, tenho dificuldade de ser para o outro, e corro o risco de não ser o que devo ser.

Estabeleça o seu limite. Seja firme! 

Transcrição: Eliziane Alves


Gota da Misericórdia de Hoje!

“Que a Vossa graça, que desce sobre mim do Vosso compassivo Coração, me fortaleça para  a luta e os sofrimentos, a fim de que Vos permaneça fiel…”
                                                                 (D. 1803)


Vamos Cantar? 


Amados que essa canção um dia se faça verdade, e possamos viver esse sonho de paz e de igualdade aqui na terra dos vivos!!! Amém.

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Gota da Misericórdia de Hoje:



Ó meu Deus, minha única esperança, em Vós pus toda a confiança e sei que não serei confundida. (D. 317)
Amados, precisamos manter viva a chama da confiança em Deus, são muitas as provações vividas nestes tempos, precisamos manter nosso olhar fitos em Jesus para que não sejamos confundidos por nós mesmo. Quem rejeita e se enfurece com a misericórdia Divina é o inimigo de Deus, ele sim não suporta ver as pessoas se aproximando do manancial da Divina Misericórdia.Ele sabe o poder de Jesus e trabalha dia e noite para que as pessoas se enxerguem indignas da Misericórdia Divina . O papel de apontar o pecado dos outros não é do cristão. Nós precisamos lutar contra o pecado, acolhendo o pecador e o ajudando a experimentar a misericórdia divina que nos lava de todo pecado. Pensemos nisso!!!
 Por: Luciene Maria, zeladora da Capelinha de Jesus Misericordioso.
Cante conosco essa canção!

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Você, conhece a novena de Santa Faustina?



No dia 05 de outubro comemoramos o Dia de Santa Faustina, vamos nos preparar juntos para esse dia fazendo sua novena?




Oração Inicial (Para todos os dias da Novena)
Sinal da Cruz:
Pelo sinal da santa Cruz, livrai-nos, Deus Nosso Senhor dos nossos inimigos. Em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. Amém.
Oração de entrega à Vontade de Deus Com a confiança e a simplicidade de uma criança entrego-me hoje a Vós, Senhor Jesus e meu Mestre. Deixo-vos inteira liberdade na direção da minha alma. Guiai-me pelos caminhos que escolherdes, eu não vou querer entendê-los, eu Vos seguirei confiante. O Vosso Misericordioso Coração tudo pode!(D. 228)


Oração final (Para todos os dias)
1.Oração de Santa Faustina
Ó Jesus, que fizestes de Santa Faustina uma grande veneradora da Vossa infinita Misericórdia, dignai-Vos conceder-me pela sua intercessão a graça ... que Vos peço, se é da Vossa Santíssima Vontade.
Sei que não sou digno(a) da Vossa Misericórdia, mas olhai para o espírito de dedicação e sacrifício de Santa Faustina e pela sua intercessão ouvi as súplicas que Vos apresento confiando em Vós. Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no Princípio, agora e sempre. Amem.
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida, doçura, esperança nossa salve. A vós bradamos, os degredados filhos de Eva. A vós suspiramos, gemendo e chorando neste vale de lágrimas. Eia, pois, advogada nossa os vossos olhos misericordiosos a nós volvei. E, depois deste exílio, bendito é o fruto do vosso ventre. Oh! Clemente. Oh! Piedosa! Oh! Doce sempre Virgem Maria. Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Santa Faustina, rogai por nós.




Primeiro dia
Santa Faustina : Adoradora da Misericórdia de Deus Ó Misericórdia Divina insondável e inesgotável,Quem Vos poderá venerar e glorificar dignamente?Atributo máximo de Deus Onipotente,Sois a doce esperança para o homem pecador. (D. 951)
Repito essas palavras, simples e sinceras de Santa Faustina, para adorar juntamente com ela e com todos vós o mistério inconcebível e insondável da misericórdia de Deus. Com ela, queremos professar que não existe para o homem outra fonte de esperança, fora da misericórdia de Deus. Desejamos repetir com fé: Jesus, eu confio em Vós!
No nosso tempo, em que o homem se sente perdido face às numerosas manifestações do mal, temos particular necessidade desse anúncio que exprime a confiança no amor onipotente de Deus. É preciso que a invocação da misericórdia de Deus surja do fundo dos corações repletos de sofrimento, de apreensão e de incerteza, mas que, ao mesmo tempo, procura uma fonte infalível de esperança. (Papa João Paulo II, in L’Oss. Romano, p.3 , n.34 – 24/08/ 2002)
Meditação
Não existe para o homem outra fonte de esperança, fora da Misericórdia de Deus. Por isso, devemos repetir com fé: Jesus, eu confio em Vós! É preciso que a invocação da Misericórdia de Deus surja do fundo dos corações repletos de sofrimento, de apreensão e de incerteza, mas que, ao mesmo tempo, procura uma fonte infalível de esperança.
Oração final





Segundo dia

Oração Inicial (Para todos os dias da Novena)
Riqueza da Misericórdia de Deus
. Este lema resume, de certa forma, toda a verdade sobre o amor de Deus, que redimiu a humanidade. (Ef 2,4-5).A plenitude deste amor revelou-se no sacrifício da Cruz. Com efeito, (Jo 15,13). Esta é a primeira medida do amor de Deus! Esta é a medida da misericórdia de Deus.
Desde o início da sua existência, apelando para o mistério da Cruz e da Ressurreição, a Igreja anuncia a misericórdia de Deus, penhor de esperança e fonte de salvação do homem. Todavia, parece que hoje em dia ela é particularmente chamada a anunciar esta mensagem ao mundo inteiro. E não pode descuidar esta missão, se é Deus que a chama com o testemunho de Santa Faustina.
(Papa João Paulo II, in L’Oss. Romano, p.3 , n.34 – 24/08/ 2002)
Meditação
Ó fonte inesgotável da misericórdia divina, derramai-Vos sobre nós. A Vossa bondade não tem limites. Confirmai, ó Senhor, a força da Vossa Misericórdia sobre o abismo da minha miséria, porque a Vossa compaixão não conhece limites. A Vossa misericórdia é incomparável e inatingível e assombra a mente dos homens e dos anjos.(D. 819)
Oração final




Terceiro dia
Oração Inicial  (Para todos os dias da Novena)
Chegou o Momento da Misericórdia
É necessário fazer ressoar a mensagem do amor misericordioso com um vigor renovado. O mundo precisa desse amor. Chegou a hora de fazer a mensagem de Jesus Cristo atingir todos os homens: de maneira especial aqueles, cuja humanidade e dignidade parecem perder-se no misteryum iniquitatis. Chegou o momento de a mensagem da Misericórdia divina derramar a esperança nos corações, tornando-se a centelha de uma nova civilização: a civilização do amor.
A Igreja deve anunciar esta mensagem incansavelmente, não apenas com palavras ardentes, mas com uma solícita prática da misericórdia. É por este motivo que indica maravilhosos exemplos de pessoas que, em nome do amor de Deus e do homem, .
Meditação
Ó Jesus, desejo viver o momento presente, viver como se este dia fosse o último da minha vida: aproveitar cuidadosamente cada momento para a maior glória de Deus; fazer uso de cada circunstância, de tal maneira, que a alma possa tirar proveito. (D.1183)
Oração final


Quarto dia
Oração Inicial (Para todos os dias da Novena)

A Civilização do Amor
Diante da humanidade, abrem-se novas perspectivas de desenvolvimento e, ao mesmo tempo, de perigos até agora inéditos. Com freqüência, o homem vive como se Deus não existisse, e chega a pôr-se a si mesmo no lugar de Deus. Assim, arroga a si próprio o direito do Criador, de interferir no mistério da vida humana. E, mediante manipulações genéticas, quer decidir a vida do homem e determinar o limite da morte. Rejeitando as leis divinas e os princípios morais, ele atenta abertamente contra a família. De várias maneiras, procura fazer calar a voz de Deus no coração dos homens; e quer se fazer de Deus . E continua a caracterizar a realidade do mundo.
Experimentando este mistério, o homem vive o medo do futuro, do vazio, do sofrimento e do aniquilamento. Por isso, hoje, é necessário fazer ressoar a mensagem do amor misericordioso com um vigor renovado. O mundo precisa desse amor. Chegou a hora de fazer a mensagem de Jesus Cristo atingir todos os homens: de maneira especial aqueles, cuja humanidade e dignidade parecem perder-se no misteryum iniquitatis. Chegou o momento de a mensagem da Misericórdia divina derramar a esperança nos corações, tornando-se a centelha de uma nova civilização: a civilização do amor.
A Igreja deve anunciar esta mensagem incansavelmente, não apenas com palavras ardentes, mas com uma solícita prática da misericórdia. É por este motivo que indica maravilhosos exemplos de pessoas que, em nome do amor de Deus e do homem, .(Homilia da Santa Missa de Beatfidicacao de quatro Servos de Deus, em Cracóvia a 18 de Agosto – L’Osservatore Romano,n.34-24 de Agosto de 2002, pág.4)

Meditação
Jesus, fazei meu Coração semelhante ao Vosso, ou antes, transformai-o no Vosso Coração, para que eu saiba perceber as necessidades dos outros corações, especialmente dos que sofrem e estão tristes; que os raios da misericórdia descansem no meu coração. (D. 514)
Oração final
Quinto dia
Oração Inicial (Para todos os dias da Novena)
Maria aos pés da Cruz
(Jo 19,5). Aquela que estava unida ao Filho por vínculos de sangue e de amor materno, lá, aos pés da Cruz, vivia esta união no sofrimento. Só ela, apesar do sofrimento do coração do homem do coração de mãe, sabia que esse sofrimento tinha um sentido. Ela tinha confiança – confiança apesar de tudo – que se estava a realizar a antiga promessa:(Gn 3,15). E a sua confiança teve a confirmação, quando o Filho agonizante se dirigiu a ela: .
Podia ela naquele momento, aos pés da Cruz, pensar que dali a pouco, passados três dias, pensar que dali a pouco, passados três dias, a promessa de Deus se realizaria? Isto será para sempre um segredo do seu coração. Mas sabemos uma coisa: ela, a primeira entre todos os seres humanos, participou na glória do Filho do Ressuscitado. Ela – como cremos e professamos – foi elevada ao céu em corpo e alma para viver a união na glória, para rejubilar ao lado do Filho com os frutos da Misericórdia Divina e obtê-los àqueles que nela procuram refúgio. (João Paulo II, Cracóvia – 19 de Agosto de 2002 – L’Oss.Romano, 24/08/02, nº34, pág.6)
Meditação
Ó Maria, uma espada terrível transpassou hoje Vossa Santa Alma. Além de Deus, ninguém sabe do vosso sofrimento. A Vossa alma não se abate, mas é corajosa, porque está com Jesus. Doce Mãe, uni meu coração a Jesus, porque só então suportarei todas as provações e experiências e, só em união com Jesus, os meus pequenos sacrifícios serão agradáveis a Deus. Mãe dulcíssima, ensinai-me a vida interior. Que a espada dos sofrimentos nunca me abale. Ó Virgem pura, derramai coragem no meu Coração e velai por ele. (D. 915)
Oração final



Sexto dia
Oração Inicial (Para todos os dias da Novena)
Coração Novo – Obra da Misericórdia de Deus
(L’Oss. Romano, nº 26 – 29/06/2002).
Meditação:
Ó meu Jesus, suplico-Vos pela bondade do Vosso dulcíssimo Coração de Jesus, que se acalme a Vossa ira e se nos manifeste a Vossa Misericórdia. Vossas Chagas sejam nossa defesa diante da justiça do Vosso Pai. Conheci-Vos, ó Deus, como fonte de misericórdia que vivifica e alimenta cada alma. Oh! como é grande a Misericórdia do Senhor, acima de todos os seus atributos. A Misericórdia é o maior atributo de Deus; tudo que está em minha volta, me fala disso. A Misericórdia é a vida das almas, a Sua compaixão inesgotável. Ó Senhor, olhai para nós e procedei conosco de acordo com a Vossa imensurável piedade, de acordo com a Vossa imensa misericórdia. (D. 611)
Oração final

Sétimo dia
Oração Inicial (Para todos os dias da Novena)
Coração de Jesus – Caminho de Reconciliação
O Coração de Jesus jamais teve sentimentos de ódio e de vingança, mas pediu o perdão para os seus algozes, aquele coração indica o caminho para sair do espiral da violência: o caminho da pacificação das almas, da compreensão e da reconciliação (L’Oss. Romano, nº 26 – 29/06/2002).
Meditação : Ó Jesus, misericórdia! Envolvei o mundo todo e estreitai-me ao Vosso Coração... Permiti, Senhor, que minha alma descanse no mar da Vossa inesgotável Misericórdia. (D. 869)
Oração final

Oitavo dia
Oração Inicial (Para todos os dias da Novena)
Eucaristia: fonte de Misericórdia
No Santíssimo Sacramento estão ‘contidos verdadeiramente, realmente e substancialmente o Corpo e o Sangue juntamente com a alma e a divindade de Nosso Senhor Jesus Cristo. O que o alimento material produz em nossa vida corporal, a comunhão realiza de maneira espiritual. A comunhão da Carne de Cristo Ressuscitado, ‘vivificado pelo Espírito Santo e vivificante’, conserva, aumenta e renova a vida da graça recebida no batismo. Este crescimento da vida cristã precisa ser alimento pela comunhão eucarística, pão da nossa peregrinação, até o momento da morte, quando nos será dado como viático (Catecismo da Igreja Católica, n.1374.1932) .
Meditação: Dulcíssimo Jesus, acendei o meu amor para Convosco e transformai-me em Vós, divinizai-me, para que os meus atos Vos sejam agradáveis; que o consiga pelo poder da Santa Comunhão, que recebo diariamente. Como desejo ser inteiramente transformada em Vós, ó Senhor!(D. 1289)
Oração final

Nono dia
Oração Inicial (Para todos os dias da Novena)
Cristo Crucificado: Hóstia agradável a Deus
A justificação nos foi merecida pela paixão de Cristo, que se ofereceu na Cruz, como hóstia viva, santa e agradável a Deus, e cujo sangue se tornou instrumento de propiciação pelos pecados de toda a humanidade. A justificação é concedida pelo batismo, sacramento de fé (Catecismo da Igreja Católica, 1992).
Meditação: Conhecemo-nos mutuamente, o Senhor e eu, na morada do meu coração. Sim, agora sou eu que Vos recebo como hóspede no pequeno lar do meu coração, mas aproxima-se o tempo em que me chamareis para a Vossa morada, aquele que me preparastes desde a fundação do mundo. Oh! o que sou eu diante de Vós, Senhor! (D. 909)
Oração final


Amados, nós que fazemos parte do Projeto Misericórdia Nas Famílias, faremos esta novena pedindo: pela paz do mundo, pelas intenções do Santo Papa e pela Santa Igreja, Pelas intenções particulares do nosso administrador Paroquial( Padre Hernani Romero e do nosso vigário Paroquial  Padre João Santana), Pelas famílias do Projeto e pelas famílias do Mundo inteiro, pelos enfermos, agonizantes e pelas almas do purgatório, pelas intenções particulares do Padre antônio Aguiar( fundador do Projeto Misericórdia nas Famílias) e é claro, por sua intenção particular que não sabemos qual é mais Jesus sabe, então junte-se a nós e façamos abrir as compotas do Céu pela poderosa intercessão de Santa Faustina.Amém!!!!

Haja o que houver Confie em Jesus!




Homilia: Padre Jonas Abib
Evangelho: João 20,19-31

Foi providencial que cantássemos assim: “Com tuas mãos chagadas Senhor cura o meu coração”.

O Senhor não quer fazer nada contra a nossa vontade, na hora que você pede, a graça acontece, e é isso que quer nos dar.

“Com tuas mãos, chagadas Senhor, toca o meu coração Bom Pastor. Com tuas mãos, chagadas Senhor, cura o meu coração”.

Tomé não estava quando Jesus aparececu aos discípulos porque ele era o mais incrédulo, por isso não estava com os discípulos, talvez estava até em depressão. Não está escrito, mas os apóstolos virão Jesus e tiveram que falar muito na cabeça de Tomé, porque para ele isso era engano, pois tinha visto que Jesus havia sido crucificado.

Tomé dizia: Se eu não tivesse visto a lança atravessando Jesus... Tomé se assegurava na sua incredulidade, mas já estava acreditando pelo estímulo dos apostólos. No entanto quando Jesus entrou no cenáculo Ele encontrou Tomé. Daí para frente Tomé deixou a incredulidade.

Quando tocamos as pessoas é Jesus quem fala, Ele age sobre a morte. Os apóstolos estavam cheios de fé e clamavam. Jesus estava no meio deles e eles testemunhavam: Ele está no meio de nós, por isso tanta graça acontecia.

Nós temos uma imensa saudade de ver Jesus, temos a certeza que Ele está no meio de nós. Jesus está meio de nós por isso Ele realiza milagres, Ele está fazendo o que cantamos: “Com tuas mãos chagadas Senhor cura o meu coração”.

Maldito quem faz com negligência as obras de Deus, diz o Senhor. A misericórdia de Deus é firme, é pra valer. Maldito quem cumpre a sua profissão com negligência. O Senhor está dizendo que você precisa fazer com diligência todas as coisas.

O Senhor diz: Bem aventurados os que abraçam a vocação, a profissão com amor. Infelizmente muitos de nós corremos o risco de nos perder por causa do relaxamento.

O Senhor precisa de nós. Muita gente sofreu, teve decepção com padres, com ministros, e infelizmente aquela decepção se torna decepção com a Igreja. Mas eu digo: Todas as suas razões são pequenas diante da misericórdia de Deus. Essas pessoas precisam de pessoas que rezem por elas, para que saiam da decepção.

Jesus precisa de nós, Ele fala através da nossa oração. O Senhor precisa de você. Eu e você não podemos fazer relaxadamente a obras do Senhor. Pessoas de quem você já perdeu a esperança vão também experimentar a misericórdia de Deus.

Rezemos: Precisamos Senhor da sua misericórdia para sairmos do relaxamento. Dai-me teu Espírito Santo, perdoa-me na tua misericórdia. Batiza-me Senhor com teu Espírito Santo, porque pessoas do meu sangue precisam da tua misericórdia, batiza-me para que eu seja portador dessa misericórdia e atinja todos eles.

Transcrição: Willieny Silva


Gota da Misericórdia de Hoje:


Não tenhas medo, não te deixarei sozinha. (D. 258)


















Amados, haja o que houver rezemos uns pelos outros, porque às vezes nossas forças acabam e parece que não somos mais capazes de rezar . Você que está lendo essa postagem, pare um minuto e faça uma oração ao Pai, por todos aqueles que se colocam na missão para propagar a Palavra de Jesus.Precisamos de sua oração!

domingo, 25 de setembro de 2011

O Fundamento da Divina Misericórdia é a confiança.



Confiar em Deus é fácil quando as coisas vão bem, contudo, em tempos de provação, sofrimento, dúvida, fraqueza e ansiedade, começamos a imaginar “onde está Deus?” “Ele realmente existe?”
Se rezamos e acreditamos que estamos fazendo a Sua vontade, então devemos pedir com força e firmeza na fé. A confiança é a chave para se viver a Divina Misericórdia. Quando nossa fé é testada em tempos de provação e sofrimento, reflitamos no que Jesus falou para Santa Faustina:
“Quanto mais a alma confiar, tanto mais receberá.” (D. 1577).
Repetidamente Jesus enfatizou que agora é o dia da misericórdia, antes da vinda do dia do julgamento. Agora é o tempo da preparação para a vinda do Senhor. “Escreva isto” - disse Nosso Senhor à ela:
Antes de vir como justo Juiz, venho como Rei da Misericórdia…  (Diário de Santa Faustina, 83).
Coloquem a esperança na Minha misericórdia os maiores pecadores. Eles têm mais direito do que outros à confiança no abismo da Minha misericórdia. (…) A estas almas concedo graças que excedem os seus pedidos. (D. 1146).
Todos os dias na Hora da Misericórdia - 15 horas - rezamos o Terço da Divina Misericórdia aqui na Canção Nova. Se possível, una-se conosco nesta oração, mesmo que espiritualmente.
Três horas da tarde tem especial significado, porque foi a hora em que Nosso Senhor morreu por nós. Enquanto refletia nesta hora, o centurião romano Logino (hoje São Longuinho) se deu conta de quem era Jesus. Logino foi aquele que atirou a lança no lado de Nosso Senhor Jesus Cristo. O Apóstolo São João escreveu em seu Evangelho : “Chegando a JESUS e vendo-O morto, não lhe quebraram as pernas, mas um dos soldados transpassou-Lhe o lado com a lança e imediatamente saiu sangue e água”. (Jo 19,33-34)
A Hora da Misericórdia
Sabemos que Nosso Senhor quer que  sempre rezemos e imploremos por misericórdia para o mundo. Ele deu à Santa Faustina uma ordem especial sobre as três horas da tarde:
 “Às três horas da tarde, implora à Minha misericórdia especialmente pelos pecadores e, ao menos por um breve tempo, reflete sobre a Minha Paixão, especialmente sobre o abandono em que Me encontrei no momento da agonia. Esta é a Hora de grande misericórdia para o Mundo inteiro. Permitirei que penetres na Minha tristeza mortal. Nessa hora nada negarei à alma que Me pedir pela Minha Paixão.” (D. 1320).
Em outra ocasião, Jesus Misericordioso disse:
 “Lembro-te, Minha filha, que todas as vezes que ouvires o bater do relógio, às três horas da tarde, deves mergulhar toda na Minha misericórdia, adorando-A e glorificando-A. Implora a onipotência dela em favor do Mundo inteiro e especialmente dos pobres pecadores, porque nesse momento foi largamente aberta para toda a alma. Nessa hora, conseguirás tudo para ti e para os outros. Nessa hora, realizou-se a graça para todo o Mundo: a misericórdia venceu a justiça. Minha filha, procura rezar, nessa hora, a Via-sacra, na medida em que te permitirem os teus deveres, e se não puderes fazer a Via-sacra, entra, ao menos por um momento na capela e adora o Meu Coração, que está cheio de misericórdia no Santíssimo Sacramento. Se não puderes sequer ir à capela, recolhe-te em oração onde estiveres, ainda que seja por um breve momento. Exijo honra à Minha misericórdia de toda criatura, mas de ti em primeiro lugar, porque te dei a conhecer mais profundamente esse mistério” (D. 1572).
Ele também pediu que  rezássemos o Terço da Divina Misericórdia freqüentemente. Na verdade, Jesus Misericordioso disse à Santa Faustina:
“Recita, sem cessar, este Terço que te ensinei” (D. 687).

“Minha filha, observa fielmente as palavras que te digo: não dês demasiado valor a nenhuma coisa exterior, ainda que te pareça muito preciosa.
Abandona-te a ti mesma e permanece continuamente Comigo.
Confia tudo a Mim e não faças nada por tua conta, e terás sempre grande liberdade de espírito; e nenhuma circustância nem acontecimento conseguirão perturbar-te.
Não prestes muita atenção às palavras dos homens, deixa que cada um te julgue como quiser. Não te justifiques, que isso em nada te prejudicará.
Entrega tudo ao primeiro sinal de exigência, ainda que sejam as coisas mais necessárias.
Não peças nada sem pedir o Meu conselho. Permite que te tiram até aqui a que tens direito: o reconhecimento, o bom nome; que o teu espírito se eleve acima de tudo isso. E, assim, liberta de tudo, descansa junto do MEU Coração. Não permitas que alguma coisa pertube a tua PAZ.
Discípula, reflete sobre essas palavras que te disse.”

“ Minha Filha, fica sabendo que os maiores obstáculos à santidade são o desânimo e a inquietação infundada.
Eles te impedem de praticar a virtude. Todas as tentações juntas não deveriam, nem por um momento, perturbar a tua paz interior.
Não devem nunca desanimar-te,  mas esforçar-te para que em lugar do amor próprio possa reinar o Meu amor. Portanto, TEM CONFIANÇA, Minha Filha; não deves desanimar. Vem buscar o Meu perdão, pois Eu estou sempre pronto a te perdoar. Quantas vezes Me pedirdes o perdão, tantas vezes glorificarás a Minha misericórdia.”

Gota da Misericórdia para hoje:

Tu és Minha moradia aprazível, em ti repousa o Meu Espírito. (D. 346)



Amados irmãos, façamos de Cristo nossa morada. Somente assim, seremos capazes de prosseguir. Confiem em Jesus sempre, Ele não te abandonará jamais!











Amados saboreie essa música e descubra que todos os Dias Jesus nos dá uma chance de podermos "enxergar". Pensem nisso!!!!



sábado, 24 de setembro de 2011



Ser filho da misericórdia de Deus 
Padre Fábio de Melo
Foto: Wesley Almeida/cancaonova
Quantas vezes, em nossa vida, criamos repulsas por nós mesmos por causa de nossos pecados! A consequência dos pecados, dos erros, não é o tempo que o erro dura, mas o que ele vai gerando dentro de nós. Você não tem o direito de viver como um miserável, porque você não o é. Nós não podemos nos transformar nos erros cometidos.

Nada nesta vida pode me emocionar mais do que o coração de Jesus.Ele é a boa nova. Sabe qual é a porta para nossa destruição? A porta da nossa destruição é justamente o momento em que deixamos de nos querer bem. É por isso que a Igreja se preocupa em gritar em alto e bom som que a Deus nos ama.

Deus ama você! Apesar da nossa miséria, essa notícia não muda. É maravilhoso pensar que o movimento do Criador é fazer com que a Sua criatura O perceba, O conheça. A grande graça de Deus é olhar para você e não achar que você é multidão.

Eu não sei quando foi o seu encontro com Jesus; não sei se você O conheceu por meio das histórias que sua mãe lhe contava dEle ou se você escutou que Ele realizava milagres; eu não sei qual foi o caminho que você andou até encontrar a imagem de Jesus Misericordioso nem o que Ele significa para você. Mas eu sei o que essa imagem significa para o Pai.

Ninguém pode compreender o amor senão através de outra pessoa, pois o amor nós não aprendemos na faculdade com conceitos e teorias. Por isso o Pai fez questão de nos enviar Alguém que ama, um homem responsável, porque conhece a lei. Jesus é um bom judeu, não relativiza a religião, não é um homem que fala bobagens , porque foi bem preparado, foi um menino bem educado, porque Deus fez questão de colocá-Lo como filho de uma mãe que sabia ser mãe. Ele não é um medroso, um mentiroso. É um homem terno, que gosta da vida, gosta tanto dela que é mostrado indo a festas, conversando com amigos. É um homem que não tem preconceitos. Ele foi capaz de ir a lugares inusitados, sentar com pecadores, conversar com miseráveis.

"Hoje, posso dizer que sou filho da Misericórdia"
(padre Fábio de Melo)
Foto: Wesley Almeida/cancaonova

As autoridades da época achavam um absurdo o que Jesus Cristo fazia. Jesus tinha um coração cheio de amor, e quem ama de verdade não tem medo de encontrar as pessoas, não tem medo de encontrar os miseráveis. Sabe por que não gostamos de estar diante de um miserável? Porque quando estamos diante dele, nos deparamos também com as nossas misérias.

Jesus foi um homem complexo. Um homem capaz de olhar a aparência e nela não se prender, pois sabia que por trás de uma aparência de repulsa havia um coração necessitado de Deus. Ele se sentava com os leprosos e prostitutas. Ele as convencia de que a vida podia ser nova e diferente. Ele não teve medo de confundir as pessoas mostrando-se tão humano.

Como posso acreditar que um Deus se deixa ser crucificado? Como acreditar num Deus que se senta para comer com quem não vale nada? Como acreditar num Deus aparentemente tão contraditório, tão cheio de paradoxos? Não sei como o Pai entrou em sua vida e lhe apresentou Jesus, mas hoje eu vivo a Festa da Misericórdia com tanta emoção que posso lhe dizer que foi assim que eu o conheci e aprendi que podemos segui-Lo sendo divinos e sendo homens.

Hoje, posso dizer que sou filho da Misericórdia, porque o Deus que eu conheci não é um deus de fachada, de hipocrisia, mas este Jesus da festa de hoje, que tem essa sedutora face e que diz com tanta coragem, por meio de Santa Faustina, à alma fraca e pecadora: “Não tenha medo de se aproximar de mim, pois mesmo que seus pecados fossem como todos os grãos de areia do universo, seria nada em meio à imensidão de meu amor”.

Foi para isso que eu me tornei padre, para retirar o seu medo de se aproximar dEle, para ajudá-lo a jogar fora o “câncer espiritual” que cresce dento de você, alimentado pelo autodesprezo que o pecado coloca dentro de você.

Se Deus amava aqueles que aparentemente não valiam nada, aqueles que eram causa de escândalos, Ele pode amar a mim e a você também. Não há nada que não possa ser curado pela misericórdia de Jesus.
"A misericórdia nunca vai lhe dizer que você é um caso perdido" (padre Fábio de Melo)
Foto: Wesley Almeida/cancaonova

Sabe porque, muitas vezes, desistimos? Porque nos falta religião para nos apoiar. Quando você, na lida do seu dia a dia, precisa redescobrir o seu valor como pessoa, enfrentar as picuinhas da sua alma, as suas mentiras, quando precisa olhar no espelho e ver suas vergonhas, só o que lhe resta é dizer-se: “Deus me ama”.

“Deus me ama” é o contexto de uma vida inteira. O Senhor ama você, porque, antes, Ele amou Lázaro, amou Maria Madalena, Pedro, amou Judas. Deus amou Adão, amou Eva. Ele é misericórdia e por isso eu posso lhe dizer: ninguém o ama como Deus.

Eu, como sacerdote que sou, não tenho o direito, pela condição que me foi colocada, de dizer que você é um caso perdido, pois ao dizer isso, eu estou contradizendo o que, com a misericórdia, eu aprendi, porque eu também posso ser considerado um caso perdido.

A misericórdia nunca vai lhe dizer que você é um caso perdido. Jesus, ao amar, corrige, impõe limites, por isso não se assuste se a misericórdia de Deus lhe for dura. Quanto mais nós amamos uma pessoa, mais queremos colocá-la no equilíbrio. No coração misericordioso de Jesus ainda existe lugar para você.

Se nós acreditarmos, verdadeiramente, que no coração de Deus tem sempre um lugar para nós, vamos mudar as nossas condutas, porque isso é precioso demais.

O anúncio do Evangelho é para nos ajudar a escolher pela vida. Quer saber se você está no caminho certo? É só saber se você está conseguindo dormir bem, colocar a sua cabeça no travesseiro, satisfeito com a ser humano que você é.

Os raios da imagem de Jesus Misericordioso é direcionado para o chão, porque é onde estão as nossas misérias humanas. E eu prefiro, muito mais, ter minhas misérias aos pés de Jesus, do que minhas vitórias no rabo de diabo.

A pior vaidade que podemos experimentar na vida é a espiritual, daqueles que experimentaram o amor de Deus e se sentem melhor do que aqueles que ainda não passaram por essa experiência. Na cruz, humilhado, mostrando na sua indigência humana, foi o único lugar em que Jesus esteve acima de nós. 

A Festa da Misericórdia nos lembra que a nossa família precisa ser a casa da misericórdia, a casa do abraço.

“Senhor, quero ser o instrumento da sua misericórdia. Retire, Senhor, de nosso meio, o ódio, a competição; e coloca o dom de amar, para que sejamos uma célula do seu amor a transformar o mundo, a sociedade.” Coragem! A misericórdia é para você. Faça do seu coração um lugar de amor.
Fonte  : Site Canção Nova

Gota da Misericórdia para hoje:



Pai bondosíssimo, como sois misericordioso por julgares a cada um de acordo com a sua consciência e conhecimento, e não de acordo com as conversas dos homens.              (D. 1456)


Amados, não esqueçam: a Misericórdia de Jesus é para todos, não excluí a ninguém!