domingo, 31 de julho de 2011

Oração do Perdão

Senhor Jesus Cristo, hoje peço-vos a graça de perdoar a todos em minha vida. Sei que dareis a força para perdoar. Abandono todo o ressentimento contra vós por causa de adversidades, morte e doença na família. 
Entrego-me a vós hoje, com fé e confiança, vós me amais mais do que amo a mim mesmo e quereis minha felicidade mais do que eu mesmo o desejo. Jesus, vós sois o Senhor de minha vida. 
Penetrai mais fundo em meu coração e removei tudo que bloqueia a abundância de vosso amor. Concedei-me a graça de repousar em vossos braços e permiti que eu seja amado por vós. 

Obrigada, Senhor pelo mês de Julho e nos sustente no mês de agosto que inicia amanhã! Pelo amor de Maria, daí-nos Santos sacerdotes , oh Senhor!!!!

sexta-feira, 29 de julho de 2011

 O Terço do Cordeiro


Este terço deve ser rezado após o Terço da Misericórdia às 3 e 15 horas,
Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.
No princípio: Creio... Pai Nosso... Ave-Maria... Glória...
Nas contas grandes: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo. Eu confio em Vós, Cordeiro Santo de Deus. Eu espero em Vós, Cordeiro Santo de Deus.
Nas contas pequenas: Eu te adoro, Cordeiro Santo de Deus (10X)
Eu te amo, Cordeiro Santo de Deus! (10X)
Eu te louvo, Cordeiro Santo de Deus! (10X)
Eu te agradeço, Cordeiro Santo de Deus! (10X)
Eu te exalto, Cordeiro Santo de Deus! (10X)
No final: Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós. (2X)
Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo dai-nos a paz.

Ladainha do Cordeiro
Senhor, tende piedade de nós.
Cristo, tende piedade de nós.
Senhor, tende piedade de nós..
Jesus Cristo, ouvi-nos.
Jesus Cristo, atendei-nos.
Deus Pai dos céus, tende piedade de nós.
Deus Filho, redentor do mundo, tende piedade de nós.
Deus Espírito Santo, tende piedade de nós.
Santíssima Trindade, que sois umsó Deus, tende piedade de nós.

Cordeiro Santo de Deus, nascido da Virgem Maria por obra do Espírito Santo, nós te adoramos.
Cordeiro Santo de Deus, mostrado por João Batista, nós te adoramos.
Cordeiro Santo de Deus, imaculado e sem defeito algum, nós te adoramos.
Cordeiro Santo de Deus, Aquele que foi predestinado antes da criação do mundo e que nos últimos tempos foi manifestado por amor de nós, nós te adoramos.
Cordeiro Santo de Deus, imolado por nossos pecados, nós te adoramos.
Cordeiro Santo de Deus, digno de receber o livro e abrir-lhe os selos, nós te adoramos.
Cordeiro Santo de Deus, que nos resgataste pelo Teu preciosíssimo Sangue, nós te adoramos.
Cordeiro Santo de Deus, que fizeste de nós para Deus um reino de sacerdotes, nós te adoramos.
Cordeiro Santo de Deus, digno de receber todo o poder, nós te adoramos.
Cordeiro Santo de Deus, digno de receber toda a riqueza, nós te adoramos.
Cordeiro Santo de Deus, digno de receber toda a sabedoria, nós te adoramos.
Cordeiro Santo de Deus, digno de receber toda a força, nós te adoramos.
Cordeiro Santo de Deus, digno de receber toda a glória, nós te adoramos.
Cordeiro Santo de Deus, digno de receber toda a honra, nós te adoramos.
Cordeiro Santo de Deus, digno de receber todo o louvor, nós te adoramos.
Cordeiro Santo de Deus, autor da nossa salvação, nós te adoramos.
Cordeiro Santo de Deus, em cujo sangue os sobreviventes da grande tribulação lavaram e alvejaram suas vestes, nós te adoramos.
Cordeiro Santo de Deus, que nos apascentarás e nos levarás às fontes de águas vivas, nós te adoramos. 
Cordeiro Santo de Deus, que enxugará todas as lágrimas dos nossos olhos, nós te adoramos.

Cordeiro Santo de Deus, que venceste nosso acusador pelo poder do Teu Sangue e pelo Teu eloquente testemunho, nós te adoramos.
Cordeiro Santo de Deus, cujas obras são grandes e admiráveis, nós te adoramos.
Cordeiro Santo de Deus, vencedor de todo combate, nós te adoramos.
Cordeiro Santo de Deus, Rei dos reis e Senhor dos senhores, nós te adoramos.
Cordeiro Santo de Deus, que nos convidas a participar do Teu banquete nupcial, nós te adoramos.
Cordeiro Santo de Deus, cujo nome está escrito na muralha da cidade santa, nós te adoramos.
Cordeiro Santo de Deus, de onde brota um rio de água viva resplandecente como cristal de rocha,nós te adoramos.
Cordeiro Santo de Deus, a quem Teus servos prestarão culto por toda a eternidade, nós te adoramos.
Cordeiro Santo de Deus, cuja face contemplaremos e cujo nome traremos em nossas frontes,nós te adoramos.
Cordeiro Santo de Deus, diante do qual não haverá mais noite, nem se precisará da luz da lâmpada ou do sol, pois Teu próprio brilho iluminará a cidade santa, nós te adoramos.
Cordeiro Santo de Deus, com quem haveremos de reinar eternamente, nós te adoramos.
Cordeiro Santo de Deus, que tirais os pecados do mundo, perdoai-nos Senhor.
Cordeiro Santo de Deus, que tirais o pecado do mundo, ouvi-nos Senhor.
Cordeiro Santo de Deus, que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós.
P. Tu és digno Senhor, nosso Deus:
R. De receber a honra, a glória e o louvor.
Oremos: Deus eterno e misericordioso, que, por amor a nós, permitistes, que o Vosso amado Filho, o Cordeiro Santo, fosse imolado na cruz. Concedei-nos a graça de amá-Lo e adorá-Lo de todo o coração, nesta vida, e contemplá-Lo face a face um dia no céu. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.
Pe. Ednilson de Jesus - MIC

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Jesus, disse a Santa Faustina:



"Diz aos pecadores que ninguém escapará ao Meu braço. Se fogem do Meu misericordioso Coração, hão-de cair nas mãos da Minha justiça. Diz aos pecadores que sempre espero por eles, presto atenção ao pulsar dos coraçãos deles, para ver quando batem por Mim. Escreve que falo a eles pelos remorsos da consciência, pelos malogros e sofrimentos, pelas tempestades e raios; falo pela voz da Igreja e, se menosprezarem todas as Minhas graças, começarei a Me zangar com eles, deixando-os a si mesmos, e dou-lhes o que desejam" (Diário, 1728)."Deus nunca força a nossa livre vontade. De nós depende se queremos aceitar a graça de Deus, ou não, se queremos colaborar com ela, ou desperdiçá-la" (Diário, 1107).

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Nossa Senhora de Loreto: Padroeira do Conjunto Eduardo Gomes/ São Cristóvão/ SE, Rogai por nós!

Nossa Senhora de Loreto



Nossa Senhora de Loreto

A Santa Casa de Nazaré é levada para a Itália

10 de Dezembro


“Pois minha casa chamar-se-á Casa de Orações para todos os povos” (Is 56,7)

Loreto, bela cidade italiana situada à 300 Km de Roma, artisticamente ornada de flores campestres, pelas mãos do Altíssimo, impõe-se sobre uma colina, nas costas do mar Adriático, na região das marcas de Ancona.
O nome Loreto foi dado, pelo povo, tendo em vista que nas imediações da colina havia um belo bosque de louros.
Nosso Pai, São Francisco de Assis, ao passar por aquelas regiões, profetizou, sete décadas antes de sua morte, que Loreto seria um lugar dos mais sagrados do mundo, assim como Nazaré da Galiléia. Por isso, ali devia ser construída uma Igreja.

A História

No ano 313, a imperatriz Santa Helena, mãe do imperador Constantino, construiu um magnífico templo em Nazaré, na Galiléia, para abrigar a humilde casa da Sagrada Família.
Segundo uma antiga tradição, no dia 10 de dezembro de 1291, os cruzados foram derrotados pelos mulçumanos e expulsos da Terra Santa.
Muitos lugares, considerados sagrados para os cristãos católicos, foram destruídos. Era a intensão dos mulçumanos não deixar pedra sobre pedra do Cristianismo.
A casa da Virgem Maria, em Nazaré da Galileia, era uma humilde construção composta de duas partes: uma gruta escavada na rocha, e a parte da frente, composta de três paredes, de pedras.
Bem sabemos do valor daquela singela habitação, pois foi ali que a Virgem Maria nasceu e passou sua infância; foi ali, também, que ela ficou noiva; foi ali que ela recebeu a visita do embaixador do céu, o Arcanjo Gabriel; foi ali o cenário divino da anunciação e da encarnação do filho de Deus; foi ali que Jesus passou a morar desde a volta do exílio no Egito até o inicio da sua vida pública.
Aquela casa era por demais querida e amada por Jesus, e sendo assim, deveria ser preservada da destruição e da profanação.
Segundo uma antiga tradição, neste mesmo dia 10 de dezembro de 1291, os anjos teriam transportado a parte da frente da casa, ou seja, as três paredes de pedras. Primeiro para a Iliria, hoje Tersatto, na Croácia; e depois para a Itália, em 10 de dezembro de 1294.
Talvez a historia da transladação por obra dos anjos tenha nascido de um erro de tradução da expressão latina “de Angelis”, pelos anjos. Hoje se tem conhecimento que de Angelis era o sobrenome de uma família bizantina, sendo assim, em português seria “Dos Anjos”.Provavelmente, então, as pedras da Santa Casa de Nazaré, teriam sido levadas de navio pela família De Angelis. Talvez com um presente ao papa Celestino V.
Se a casa foi transportada pelos anjos ou pela família, de navio, não importa; o que realmente importa é que Loreto guarda a maior relíquia do Cristianismo fora da Terra Santa.
A capela tem 4,5m de largura, por 9,5m de comprimento, tamanho que corresponde exatamente aos dois alicerces da casa que existia em Nazaré. As pedras que se vêem nas paredes são as mesmas, tanto em Nazaré como em Loreto. Até a coloração e as marcas das pedras se encaixam.
O resto da casa é de tijolos da região de Loreto. A capela tem apenas as três partes vistas, pois a do fundo, revestida de mármore, não havia na casa de Nossa Senhora, que terminava numa gruta escavada na pedra. A gruta é venerada, atualmente, na Basílica da Anunciação, em Nazaré.
A imagem de Nossa Senhora da Loreto é negra, esculpida artisticamente em cedro do Líbano.
A Basílica de Loreto, onde se encontra o precioso tesouro , que é a casa de Nazaré, foi construída em 1468.
O Papa João XXIII chamou a Basílica de Loreto de “Santuário da Encarnação”, em 1962. Na casa de Nazaré, o Santuário Espírito-Santo estava presente em Maria: a nova Arca da Aliança, sendo assim a Santa Casa é o santuário do Espírito-Santo por excelência.
Nossa Senhora de Loreto é a padroeira da aviação, declarada oficialmente em 1920, pelo Papa Bento XV.


A Ladainha Lauretana, ou de Loreto

A ladainha da Santíssima Virgem Maria, é conhecida como Lauretana em lembrança e homenagem a Igreja de Loreto. A causa esta em que a igreja, ou a Santa Casa de Loreto, a basílica mais importante, em honra da Virgem Maria, fora da Terra Santa.
A palavra Ladainha é grega em sua origem, e significa uma súplica, um louvor.
Os frutos e a utilidade das ladainhas na igreja são inumeráveis. Servem para afastar os males do corpo e alma. Para fazer cessar as chuvas demasiado abundantes, as tormentas, os terremotos; para livrar da fome e da seca, da guerra, dos assédios; para obter a abundancia dos frutos da terra; para afastar outros males e para alcançar numerosos benefícios...
Olhando para a casa de Loreto, o Papa João II, fazia votos para que todos os filhos da Família Humana, vindos ao mundo, tivessem um teto, uma casa para morar. A Sagrada Família de Nazaré é o modelo e a padroeira de todas as Famílias Cristã, por isso, os fieis invocam Nossa Senhora de Loreto como padroeira de suas famílias e de suas casas.
Tudo é comum, tudo é divino no cotidiano convívio da Sagrada Família, nada chama a atenção dos vizinhos e amigos. A casa de Nazaré é a mais perfeita escola de sabedoria, de virtudes, onde o silencio era mestre da perfeição. Tudo era guardado nos três corações unidos de amor.
Amém!

terça-feira, 26 de julho de 2011

NOVENA A DIVINA MISERICÓRDIA!


"Em cada dia da novena, conduzirás ao Meu coração um grupo diferente de almas, e as mergulharás no oceano da minha Misericórdia. Eu conduzirei todas as almas à casa do meu Pai... Por minha parte, nada negarei a nenhuma daquelas almas que tu conduzirás à fonte da minha Misericórdia. Cada dia pedirás a meu Pai, pela minha amarga Paixão, graças para essas almas."A Novena é rezada junto com o Terço da Divina Misericórdia.

Primeiro Dia
Hoje traze-me a humanidade inteira, especialmente todos os pecadores e mergulha-os no oceano da minha Misericórdia. Com isso Me consolarás na amarga tristeza em que Me afunda a perda das almas.
Misericordiosíssimo Jesus, de quem é próprio ter compaixão de nós e nos perdoar, não olheis os nossos pecados, mas a confiança que depositamos em Vossa infinita bondade. Acolhei-nos na mansão do vosso compassivo Coração e nunca nos deixeis sair dele. Nós vo-lo pedimos pelo amor que Vos une ao Pai e ao Espírito Santo.
Eterno Pai, olhai com misericórdia para toda humanidade, encerrada no Coração compassivo de Jesus, mas especialmente para os pobres pecadores. Pela Sua dolorosa Paixão, mostrai-nos a Vossa Misericórdia, para que glorifiquemos a onipotência da Vossa Misericórdia, por toda a eternidade. Amém.
Segundo dia
Hoje traze-Me as almas dos sacerdotes e religiosos e mergulha-as na minha insondável Misericórdia. Elas Me deram força para suportar a amarga Paixão. Por elas, como por canais, corre para a humanidade a minha Misericórdia.
Misericordiosíssimo Jesus, de quem provém tudo que é bom, aumentai em nós a graça, para que pratiquemos dignas obras de misericórdia, a fim de que aqueles que olham para nós, glorifiquem o Pai da Misericórdia que está no Céu.
Eterno Pai, dirigi o olhar da vossa Misericórdia para a porção eleita da vossa vinha: para as almas dos sacerdotes e religiosos. Concedei-lhes o poder da vossa bênção e, pelos sentimentos do Coração de vosso Filho, no qual estão encerradas, dai-lhes a força da vossa luz, para que possam guiar os outros nos caminhos da salvação e juntamente com eles cantar a glória da vossa insondável Misericórdia, por toda a eternidade. Amém.
Terceiro dia
Hoje traze-Me todas as almas piedosas e fiéis e mergulha-as no oceano da minha Misericórdia. Estas almas consolaram-Me na Via-sacra; foram aquela gota de consolações em meio ao mar de amarguras.
Misericordiosíssimo Jesus, que concedeis prodigamente a todas as graças do tesouro da vossa Misericórdia, acolhei-nos na mansão do vosso compassivo Coração e não nos deixeis sair dele pelos séculos; suplicamo-Vos pelo amor inconcebível de que está inflamado o vosso Coração para com o Pai Celestial.
Eterno Pai, olhai com Misericórdia para as almas fiéis, como a herança do vosso Filho. Pela sua dolorosa Paixão concedei-lhes a vossa bênção e cercai-as da vossa incessante proteção, para que não percam o amor e o tesouro da santa fé, mas com toda a multidão dos Anjos e dos Santos glorifiquem a vossa imensa Misericórdia, por toda a eternidade. Amém.
Quarto dia
Hoje traze-Me os pagãos e aqueles que ainda não Me conhecem e nos quais pensei na minha amarga Paixão. O seu futuro zelo consolou o meu Coração. Mergulha-os no mar da minha Misericórdia.
Misericordiosíssimo Jesus, que sois a luz de todo o mundo, aceitai na mansão do vosso compassivo Coração as almas dos pagãos que ainda não Vos conhecem. Que os raios da vossa graça os iluminem para que também eles, juntamente conosco, glorifiquem as maravilhas da vossa Misericórdia e não os deixeis sair da mansão do vosso compassivo Coração.
Eterno Pai, olhai com Misericórdia para as almas dos pagãos e daqueles que ainda não Vos conhecem e que estão encerrados no Coração compassivo de Jesus. Atraí-as à luz do Evangelho. Essas almas não sabem que grande felicidade é amar-Vos. Fazei com que também elas glorifiquem a riqueza da vossa Misericórdia, por toda a eternidade. Amém.
Quinto dia
Hoje traze-Me as almas dos Cristãos separados da Unidade da Igreja e mergulha-as no mar da minha Misericórdia. Na minha amarga Paixão dilaceravam o meu Corpo e o meu Coração, isto é, a minha Igreja. Quando voltam à unidade da Igreja, cicatrizam-se as minhas Chagas e dessa maneira eles aliviam a minha Paixão.
Misericordiosíssimo Jesus que sois a própria Bondade, Vós não negais a luz àqueles que Vos pedem, aceitai na mansão do vosso compassivo Coração as almas dos nossos irmãos separados, e atraí-os pela vossa luz à unidade da Igreja e não os deixeis sair da mansão do vosso compassivo Coração, mas fazei com que também eles glorifiquem a riqueza da vossa Misericórdia.
Eterno Pai, olhai com Misericórdia para as almas dos nossos irmãos separados que esbanjaram os vossos bens e abusaram das vossas graças, permanecendo teimosamente nos seus erros. Não olheis para os seus erros, mas para o amor do vosso Filho e para a sua amarga Paixão, que suportou por eles, pois também eles estão encerrados no Coração compassivo de Jesus. Fazei com que também eles glorifiquem a vossa Misericórdia por toda a eternidade. Amém.
Sexto dia
Hoje traze-Me as almas mansas, assim como as almas das criancinhas, e mergulha-as na minha Misericórdia. Estas almas são as mais semelhantes ao meu Coração. Elas reconfortaram-Me na minha amarga Paixão da minha agonia. Eu as vi quais anjos terrestres que futuramente iriam velar junto aos meus altares. Sobre elas derramo torrentes de graças. Só a alma humilde é capaz de aceitar a minha graça; às almas humildes favoreço com a minha confiança.
Misericordiosíssimo Jesus, que dissestes: "Aprendei de Mim que sou manso e humilde de coração", aceitai na mansão do vosso compassivo Coração as almas mansas e humildes e as almas das criancinhas. Estas almas encantam o Céu todo e são a especial predileção do Pai Celestial, são como um ramalhete diante do trono de Deus, com cujo perfume o próprio Deus se deleita. Estas almas têm a mansão permanente no Coração compassivo de Jesus e cantam sem cessar um hino de amor e misericórdia pelos séculos.
Eterno Pai, olhai com Misericórdia para as almas mansas e humildes e para as almas das criancinhas, que estão encerradas na mansão compassiva do Coração de Jesus. Estas almas são as mais semelhantes a vosso Filho; o perfume destas almas eleva-se da Terra e alcança o vosso trono. Pai de Misericórdia e de toda bondade, suplico-Vos pelo amor e predileção que tendes para com estas almas, abençoai o mundo todo, para que todas as almas cantem juntamente a glória à vossa Misericórdia, por toda a eternidade. Amém.
Sétimo dia
Hoje traze-Me as almas que veneram e glorificam de maneira especial a minha Misericórdia e mergulha-as na minha Misericórdia. Estas almas foram as que mais sofreram por causa da minha Paixão e penetraram mais profundamente no meu espírito. Elas são a imagem viva do meu Coração compassivo. Estas almas brilharão com especial fulgor na vida futura. Nenhuma delas irá ao fogo do Inferno; defenderei cada uma delas de maneira especial na hora da morte.
Misericordiosíssimo Jesus, cujo Coração é o próprio amor, aceitai na mansão do vosso compassivo Coração as almas que honram a glorificam de maneira especial a grandeza da vossa Misericórdia. Estas almas tornadas poderosas pela força do próprio Deus, avançam entre penas e adversidades, confiando na vossa Misericórdia. Estas almas estão unidas com Jesus e carregam sobre os seus ombros a humanidade toda. Elas não serão julgadas severamente, mas a vossa Misericórdia as envolverá no momento da morte.
Eterno Pai, olhai com Misericórdia para as almas que glorificam e honram o vosso maior atributo, isto é, a vossa inescrutável Misericórdia; elas estão encerradas no Coração compassivo de Jesus. Estas almas são o Evangelho vivo e as suas mãos estão cheias de obras de misericórdia; suas almas repletas de alegria cantam um hino de misericórdia ao Altíssimo. Suplico-Vos, ó Deus, mostrai-lhes a vossa Misericórdia segundo a esperança e confiança que em Vós colocaram. Que se cumpra nelas a promessa de Jesus, que disse: "As almas que veneram a minha insondável Misericórdia, Eu mesmo as defenderei durante a vida, especialmente na hora da morte, como minha glória." Amém.
Oitavo dia
Hoje traze-Me as almas que se encontram na prisão do Purgatório e mergulha-as no abismo da minha Misericórdia; que as torrentes do meu Sangue refresquem o seu ardor. Todas estas almas são muito amadas por Mim, pagam as dívidas à minha Justiça. Está em teu alcance trazer-lhes alívio. Tira do tesouro da minha Igreja todas as indulgências e oferece-as por elas. Oh, se conhecesses o seu tormento, incessantemente oferecerias por elas a esmolas do espírito e pagarias as suas dívidas à minha Justiça.
Misericordiosíssimo Jesus, que dissestes que quereis misericórdia, eis que estou trazendo à mansão do vosso compassivo Coração as almas do Purgatório, almas que Vos são muito queridas e que no entanto devem dar reparação à vossa Justiça; que as torrentes de Sangue e Água que brotaram do vosso Coração apaguem as chamas do fogo do Purgatório, para que também ali seja glorificado o poder da vossa Misericórdia.
Eterno Pai, olhai com Misericórdia para as almas que sofrem no Purgatório e que estão encerradas no Coração compassivo de Jesus. Suplico-Vos que, pela dolorosa Paixão de Jesus, vosso Filho, e por toda a amargura de que estava inundada a sua Alma santíssima, mostreis vossa Misericórdia às almas que se encontram sob o olhar da vossa Justiça; não olheis para elas de outra forma senão através das Chagas de Jesus, vosso Filho muito amado, porque nós cremos que a vossa bondade e Misericórdia são incomensuráveis. Amém.
Nono dia
Hoje traze-Me as almas tíbias e mergulha-as no abismo da minha Misericórdia. Estas almas ferem mais dolorosamente o meu Coração. Foi da alma tíbia que a minha Alma sentiu repugnância no Horto. Elas levaram-Me a dizer: Pai afasta de Mim este cálice, se assim for a vossa vontade. Para elas, a última tábua de salvação é recorrer a minha Misericórdia.
Ó compassivo Jesus, que sois a própria Compaixão, trago à mansão do vosso compassivo Coração as almas tíbias; que se aqueçam no fogo do vosso amor puro estas almas geladas, que, semelhantes a cadáveres, Vos enchem de tanta repugnância. Ó Jesus, muito compassivo, usai a onipotência da vossa Misericórdia e atraí-as até ao fogo do vosso amor e concedei-lhes o amor santo, porque Vós tudo podeis.
Eterno Pai, olhai com Misericórdia para as almas tíbias e que estão encerradas no Coração compassivo de Jesus. Pai de Misericórdia, suplico-Vos pela amargura da Paixão do vosso Filho e por sua agonia de três horas na Cruz, permiti que também elas glorifiquem o abismo da vossa Misericórdia... Amém. 


domingo, 24 de julho de 2011

Tenha uma boa semana!!!



“Algumas vezes o café está amargo.
Então, depois da careta,
olhamos o fundo da xícara.
Era o açúcar… Estava lá,
Bem no fundo.
É preciso mexer.
Assim é nossa vida…
Quando sentimos um gosto amargo
é preciso observar,
ir bem fundo,
mexer com o que está parado.
Às vezes falta coragem e ficamos
apenas fazendo caretas.
Mexa as coisas boas que há dentro de você.
Torne a tua vida tão deliciosa
quanto as melhores delícias que já provou”.

sábado, 23 de julho de 2011

Oração a Maria, Mãe da Divina Misericórdia


Roga por nós, santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo! Roga por todas as famílias, santa Mãe de Jesus Cristo, para que comecem em sua casa a verdadeira fraternidade cristã! Roga pêlos filhos e pêlos pais, santa Mãe da Igreja, para que imitem os teus exemplos em Nazaré! Roga pelas mães abandonadas, pelas mães sofridas, roga pêlos filhos sem família, pêlos órfãos sem amor! Roga pêlos pais meeiros, explorados, doentes, desempregados, roga pêlos sem teto, sem pão, sem instrução, sem defesa! Roga pelas crianças que não podem nascer, roga pêlos pais que não podem criar seus filhos com decência! São tantas as ameaças contra a família... Mostra que és nossa Mãe: Pede a Jesus por todos nos! Ó, clemente, ó, piedosa, ó, doce Virgem Maria! Amém.

quinta-feira, 21 de julho de 2011



“Ensinai-as a observar tudo o que vos prescrevi. Eis que estouconvosco todos os dias, até o fim do mundo”. (São Mateus 28,20)
Essa promessa de Jesus vem encher o nosso coração de esperança e de confiança, de que não estou sozinho, Ele é o DEUS CONOSCO!.  Jesus quer visitar você hoje, em sua solidão, em sua dor, nas coisas que você esta vivendo hoje, quer andar pela sua casa e pelo seu coração. Quero convidar você  diante de Jesus Eucarístico a se apresentar, falar da sua verdade. Em primeiro lugar para adorá-lo, pois Ele é digno de toda adoração, pelo que Ele é Deus e Senhor. Segundo, depositar  Nele todas as suas necessidades, fazer um grupo de oração diante de Jesus presente na Hóstia Consagrada, mesmo que você o faça sozinho, diante de ti está Aquele que é! 
”Confiai-lhe todas as vossas preocupações, porque ele tem cuidado de vós”. (I Pedro 5,7) 
Oração diante de Jesus Eucarístico:    
Jesus Ressuscitado, eu creio que estas vivo diante de meus olhos na Hóstia Consagrada. Creio também, Jesus, no seu poder contra toda espécie de mal, porque o Senhor venceu, pela Sua Morte e Ressurreição, o pecado e a morte. Seu preciosíssimo Sangue derramado na cruz está presente na Hóstia Santa. Eu creio Jesus, e clamo que este Sangue seja agora derramado sobre mim e sobre todos os meus familiares. Eu peço, Senhor Jesus, que, pelo poder libertador e salvífico deste Sangue, possamos nos livrar de toda opressão diabólica que possa estar prejudicando a nossa família. Peço também que atenda, em especial, este pedido que agora faço na Sua presença:(apresente aqui os seus pedido…).
   Eu, desde já, agradeço de coração, confiante que o Senhor me atenderá. Eu louvo o Pai por ternos dado Jeus Eucarístico, como presente de Páscoa. Eu agradeço de coração ao Espírito Santo que me ilumina e me conduz nos momentos de sofrimento e de escuridão, nunca estou sozinho. Muito obrigado, Jesus, meu Salvador e libertador. Amém

Reze com fé um Pai Nosso, uma Ave Maria e um Glória ao Pai. 

“TUDO PODE SER MUDADO PELA ORAÇÃO”! 
1°- Apresente a sua verdade diante de Jesus presente na Eucaristia; 
- Reconheça que Deus é mais, é maior do que todos os seus problemas, pecados e dores e o Adore. 
3°- Converse com Deus, ore, silencie e escute. 
4°- Louve ao Senhor e faça um voto de confiança: Jesus, eu confio em vós”! 



quarta-feira, 20 de julho de 2011

20 de Julho: Dia do amigo!

Oração do Amigo

SENHOR,

Olhai pelo meu amigo!
Que as pedras sejam removidas do seu caminho,
Que tenha forças para carregar seus fardos,
Que encontre coragem para resistir ao mal,
Que possa ver o amor em todos os seres,
Que seja abraçado pela lealdade,
Que encontre conforto e saúde se estiver doente,
Que seja próspero e saiba partilhar,
Que tenha paz cobrindo seu espírito,
Que sua mente obtenha os conhecimentos,
Que use sabedoria para aplicá-los,
Que saiba distinguir o Bem do mal,
Que tenha Fé para manter-se forte na dor.

SENHOR,

Olhai pelo meu amigo!
Protegei cada passo que ele der,
Que a cada novo dia ele aceite o novo,
Que saiba alegremente comunicar novidade,
Que Vos sinta em todos os momentos
E que tenha o Vosso colo
por toda a Eternidade!


Amém 

terça-feira, 19 de julho de 2011

TRIPLICE FORMA DE PRATICAR A MISERICÓRDIA




A oração é uma grande arma que Deus colocou nas nossas mãos, para usarmos.

Vimos que Jesus nos indicou três maneiras de praticarmos obras de
misericórdia: a primeira a ação, a segunda a palavra e a terceira a oração.

Santa Faustina depois desenvolve este tema dizendo: "existe uma tríplice forma de praticar a misericórdia: a palavra misericordiosa - pelo perdão e pelo consolo; em segundo lugar - onde não é possível pela palavra, oração - e isso também é misericórdia; em terceiro - obras de misericórdia" (D. 1158).

Então a palavra que Jesus fala é a palavra misericordiosa, palavras que
levam consolo e perdão. A oração é uma grande arma que Deus colocou nas nossas mãos, para usarmos. Neste momento podemos e devemos dobrar os joelhos para rezar pela paz no mundo. Nós não podemos chegar ao Afeganistão, para aliviar o sofrimento dos nossos irmãos atingidos pela violência da guerra, mas podemos rezar por eles. E rezando, tocaremos o coração do nosso Deus e terá compaixão daquele povo trazendo-lhe a paz.

E, para aqueles que pensam que precisam ter dinheiro, para fazer obras de misericórdia, Jesus responde-lhes: para muitas almas que às vezes se preocupam por não possuírem bens materiais, para com elas praticar a misericórdia. No entanto, tem um mérito muito maior a misericórdia do espírito, que é acessível a todos. Se a alma não praticar a misericórdia de um ou outro modo, não alcançara a minha no dia do juízo" (D. 1317). 

COMO PRATICAR A MISERICÓRDIA COM O PRÓXIMO
A devoção à Divina Misericórdia respira com dois pulmões: O primeiro é o da confiança, o segundo o das Obras de Misericórdia.

A devoção à Divina Misericórdia respira com dois pulmões: O primeiro é o da confiança, o segundo o das Obras de Misericórdia.

De fato, Jesus disse a Santa Faustina: se por teu intermédio peço aos homens o culto à minha misericórdia, por tua vez deves ser a primeira a distinguir-te pela confiança na minha misericórdia.

Estou exigindo de ti atos de misericórdia, que devem decorrer do teu amor para comigo. Deves mostrar-te misericordiosa com os outros, sempre e em qualquer lugar. Tu não podes te omitir, desculpar-te ou justificar-te. Eu te indico três maneiras de praticar a misericórdia para com o próximo: a primeira é a ação, a segunda a palavra e a terceira a oração. nesses três graus repousa a plenitude da misericórdia, pois constituem uma prova irrefutável do amor por mim. É deste modo que a alma glorifica e honra a minha misericórdia.

Esta imagem deve lembrar as exigências da minha misericórdia, porque mesmo a fé mais forte, de nada serve sem as obras (D. 742). Se a alma não praticar a misericórdia de um ou outro modo, não alcançará a minha no dia do juízo (D. 1317).

Então como podemos praticar as obras de Misericórdia? A Igreja nos indica catorze formas pelas quais, podemos praticar obras de Misericórdia, dividindo-as em: Corporais e Espirituais.

Corporais:
1. Dar de comer a quem tem fome,
2. Dar de beber a quem tem sede,
3. Vestir os nus,
4. Visitar os presos,
5. Visitar os doentes,
6. Enterrar os mortos,
7. Acolher os peregrinos.

Espirituais:
1. Dar com conselho,
2. Suportar com paciência as fraquezas do próximo,
3. Perdoar quem nos ofendeu,
4. Rezar pelos vivos e pelos mortos,
5. Ensinar os ignorantes
6. Consolar os aflitos,
7. Corrigir os que erram. 

TRIPLICE FORMA DE PRATICAR A MISERICÓRDIA



A oração é uma grande arma que Deus colocou nas nossas mãos, para usarmos. 
Jesus nos indicou três maneiras de praticarmos obras de misericórdia: a primeira a ação, a segunda a palavra e a terceira a oração. Santa Faustina depois desenvolve este tema dizendo: "existe uma tríplice forma de praticar a misericórdia. "
A devoção à Divina Misericórdia respira com dois pulmões: O primeiro é o da confiança, o segundo o das Obras de Misericórdia. 
De fato, Jesus disse a Santa Faustina: se por teu intermédio peço aos homens o culto à minha misericórdia, por tua vez deves ser a primeira a distinguir-te pela confiança na minha misericórdia. Estou exigindo de ti atos de misericórdia, que devem decorrer do teu amor para comigo. Deves mostrar-te misericordiosa com os outros, sempre e em qualquer lugar. Tu não podes te omitir, desculpar-te ou justificar-te. Eu te indico três maneiras de praticar a misericórdia para com o próximo: a primeira é a ação, a segunda a palavra e a terceira a oração. nesses três graus repousa a plenitude da misericórdia, pois constituem uma prova irrefutável do amor por mim. É deste modo que a alma glorifica e honra a minha misericórdia. Esta imagem deve lembrar as exigências da minha misericórdia, porque mesmo a fé mais forte, de nada serve sem as obras (D. 742). Se a alma não praticar a misericórdia de um ou outro modo, não alcançará a minha no dia do juízo (D. 1317). Então como podemos praticar as obras de Misericórdia? A Igreja nos indica catorze formas pelas quais, podemos praticar obras de Misericórdia, dividindo-as em: Corporais e Espirituais.  
Corporais: 1. Dar de comer a quem tem fome, 2. Dar de beber a quem tem sede, 3. Vestir os nus, 4. Visitar os presos, 5. Visitar os doentes, 6. Enterrar os mortos, 7. Acolher os peregrinos. 
Espirituais: 1. Dar com conselho, 2. Suportar com paciência as fraquezas do próximo, 3. Perdoar quem nos ofendeu, 4. Rezar pelos vivos e pelos mortos, 5. Ensinar os ignorantes 6. Consolar os aflitos, 7. Corrigir os que erram. 
Vamos Cantar? 
 

Amados, que possamos ter coragem de anunciar esse amor a todos...Jesus não quer perder nenhum dos seus filhos amados e cabe a cada um de nós: filhos batizados, distribuir esse amor...Ele não precisa, mas quer contar comigo e com você. E aí, qual é a sua resposta? Eu tenho lutado para dizer, eis-me aqui Senhor! Não posso mentir para você e dizer que é fácil. Mas posso garantir que é maravilhoso viver as dificuldades, as enfermidades, os anseios, as dúvidas, as decepções, as dores e angustias próprios do dia a dia, crendo que Ele está ao meu lado...Chorando quando choro, ou quando o decepciono, sorrindo quando sorriu..Pois é, Deus é assim:  simples...Se aprendéssemos a amar como Ele nos ama  não sofreríamos tanto, perdoaríamos mais! Pensemos nisso...
Por Luciene Maria.
 Gota da Misericórdia de hoje:
 

TRIPLICE FORMA DE PRATICAR A MISERICÓRDIA

A oração é uma grande arma que Deus colocou nas nossas mãos, para usarmos. 

Jesus nos indicou três maneiras de praticarmos obras de misericórdia: a primeira a ação, a segunda a palavra e a terceira a oração.
COMO PRATICAR A MISERICÓRDIA COM O PRÓXIMO

A devoção à Divina Misericórdia respira com dois pulmões: O primeiro é o da confiança, o segundo o das Obras de Misericórdia. 
A devoção à Divina Misericórdia respira com dois pulmões: O primeiro é o da confiança, o segundo o das Obras de Misericórdia. 
 De fato, Jesus disse a Santa Faustina: se por teu intermédio peço aos homens o culto à minha misericórdia, por tua vez deves ser a primeira a distinguir-te pela confiança na minha misericórdia. Estou exigindo de ti atos de misericórdia, que devem decorrer do teu amor para comigo. Deves mostrar-te misericordiosa com os outros, sempre e em qualquer lugar. Tu não podes te omitir, desculpar-te ou justificar-te. Eu te indico três maneiras de praticar a misericórdia para com o próximo: a primeira é a ação, a segunda a palavra e a terceira a oração. nesses três graus repousa a plenitude da misericórdia, pois constituem uma prova irrefutável do amor por mim. É deste modo que a alma glorifica e honra a minha misericórdia. Esta imagem deve lembrar as exigências da minha misericórdia, porque mesmo a fé mais forte, de nada serve sem as obras (D. 742). Se a alma não praticar a misericórdia de um ou outro modo, não alcançará a minha no dia do juízo (D. 1317). Então como podemos praticar as obras de Misericórdia? A Igreja nos indica catorze formas pelas quais, podemos praticar obras de Misericórdia, dividindo-as em: Corporais e Espirituais.
 Corporais: 1. Dar de comer a quem tem fome, 2. Dar de beber a quem tem sede, 3. Vestir os nus, 4. Visitar os presos, 5. Visitar os doentes, 6. Enterrar os mortos, 7. Acolher os peregrinos.
 Espirituais: 1. Dar com conselho, 2. Suportar com paciência as fraquezas do próximo, 3. Perdoar quem nos ofendeu, 4. Rezar pelos vivos e pelos mortos, 5. Ensinar os ignorantes 6. Consolar os aflitos, 7. Corrigir os que erram. 
Vamos cantar? 
Amados, Jesus não precisa! Mas, por misericórdia quer contar comigo e com você para anunciar a Sua palavra...Ele não quer que nenhum dos seus se perca. Qual é a sua resposta? Eu tenho lutado para dizer todos os dias : eis-me aqui Senhor! Não é fácil, não vou mentir para você. Mas, posso garantir que é maravilhoso saber que tudo na minha vida tem sido vivido ao lado desse amor misericordioso: Só isso basta, não estou sozinha! Ele me acompanha, Ele vê tudo, Ele chora quando choro ou quando o decepciono também... É,  fico pensando nas vezes que o machuco, nas vezes que o faço sofrer rejeitando sua vontade e agindo por mim mesmo! Jesus sofre com isso, como nós também sofremos quando as pessoas que amamos nos decepcionam. Porém, Deus está sempre disposto a nos perduar. E nós ? Se aprendéssemos amar como Ele nos ama, tudo ficaria tão simples: Perdoaríamos mais e aprederíamos a amar ...pensemos nisso!
Gota da misericórdia de hoje: 
 

segunda-feira, 18 de julho de 2011

A devoção das 3 Ave-Maria



*Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois Vós entre as mulheres, e bendito é o fruto de Vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós pecadores, agora e na hora da nossa morte. Amém.
Modo de praticar esta devoção: Todos os dias, rezar o seguinte:
Maria, Mãe minha; livrai-me de cair em pecado mortal!
1- Pelo o Poder que te concedeu o Pai Eterno. Rezar uma Ave-Maria.
2- Pela Sabedoria que te concedeu o Filho. Rezar uma Ave-Maria.
3- Pelo Amor que te concedeu o Espírito Santo. Rezar uma Ave-Maria.